Mário Fernandez

Filhos Desviados

“Eis que vêm dias em que cortarei o teu braço e o braço da casa de teu pai, para que não haja mais ancião algum em tua casa.” (1 Samuel 2:31)

Diz um homem de Deus a quem eu realmente amo “quem tem pai tem herança; quem tem filhos tem esperança”. O pobre sacerdote Eli não viveu isso em seus dias, pois seus filhos eram terríves, a ponto de que o texto de 1 Sm 2:12 dizer que eles não conheciam ao Senhor, mesmo sendo ministros e sucessores de seu pai. Muito triste. Me faz pensar em meus herdeiros, tanto biológicos como espirituais, a quem tenho me dedicado tanto quanto posso.

Se um homem de Deus investir tudo no Reino de Deus e perder seus filhos, temo que tenha deixado escapar todo seu tesouro. É egoísta pensar que salvar-se a si mesmo seja suficiente, por mais importante que seja e de fato o é. Necessário é olhar para nossos filhos de sangue, nossos filhos na fé, nossos discípulos, nossas ovelhas, e não apenas olhar com os olhos, mas olhar com atenção e com virtude de Deus para eles. Não basta mostrar, é preciso ensinar. Não basta viver, é preciso transmitir.

Dolorosamente o povo aceitava o sacerdócio de Eli mas não o de seus filhos. Essa indignação e penúria subiu aos ouvidos do Pai que mandou esta palavra (deste versículo) para Eli, e no versículo 35 fala que Deus levantaria então um sacerdote fiel e ungido. Que palavra pesada, que dor deve ter sentido esse homem. Não adianta agora culpá-lo e dizer que poderia ter ensinado melhor aos seus filhos ou que deveria ter cuidado melhor deles, pois agora é tarde. A nós, por outro lado, ainda é dada uma chance de investirmos contra a estagnação e pecado de nossos filhos. Eu clamo e oro diariamente pelos meus, mas meu coração se aperta e sinto como se não tivesse feito nada.

Meu querido leitor, seja você pai (mãe) ou não, importe-se com os seus enquanto tem chance de conserto, de aliança, de endireitar veredas. Deus não vai esperar para sempre.

“Pai, pelo Teu amor e misericórdia, eu suplico em favor dos meus herdeiros, filhos, ovelhas e discípulos. Enche seus corações de Ti para que escolham andar contigo. Hoje não peço por mim, mas por aqueles que Tu me confiaste.”

Mário Fernandez

22 thoughts on “Filhos Desviados

  1. disse:

    (=’:’=) Muito bom esse site valeu vou da uma força para voces e indicar esse site para as minha amigas, Adorei, muito bom conteudo.

  2. Jorge Audi disse:

    Amado e querido Pastor,
    Graça e paz de Nosso Senhor e de seu Filho Jesus.
    Agradeço a Deus pelas palavras aqui proferidas e escritas a quatro mãos, porque creio que o Espírito Santo tem se manifestado através de ti e de tantos que se preocupam verdadeiramente com as ovelhas e os filhos, sejam de sangue ou espirituais, mesmo sabendo que em Deus está o querer e o efetuar, se empenham em contribuir para o crescimento do Reino, ensinado-os o Caminho que devem seguir.
    Vejo muitas vezes a figura de Jó(sacerdote), homem íntegro, sacrificando sempre, pelos possíveis pecado seus e de seus filhos, buscando a presença de um Deus a quem só o conhecia de ouvir falar(com certeza através de seus pais), mas que ao fim de toda luta e sofrimento, viu a Deus e, não só o viu mas o ouviu.

    Senhor Deus, santo é teu nome e bendito o teu filho que “simplesmente” morreu em nosso lugar, e tão “simplesmente” por amor.
    Agradeço a Ti, por estas palavra aqui meditadas com os irmãos, vindas por meio de teu servo que a muito busca alcançar o alvo que é o coração de todos aqueles que se deixam serem tocados pela tua palavra ensinando-os o Caminho que se deve andar, peço-Te, abençoe sua vida e de seus familiares: sejam de sangue sejam espirituais para que possam sentir quão amáveis são tua vontade para o bem de todos que amam e esperam o grande dia.
    Em Cristo que nos fortalece.

  3. Adalberto disse:

    Tenho entendimento que nascemos no mal (o mundo jaz no malígno); tão, com o decorrer dos tempos podemos nos tornar: FILHOS.

  4. lucivaldo disse:

    a paz a todos..irmaos a fe e individual cada um tem a sua, jaco teve a dele mesmo chorando muito por seu filho jose e o agir de deus nao entendemos mas se tivermos a fe nele o final e a vitoria e certa..jose tambem tava sempre na fe em deus sem murmurar e foi agraciado com um dom desde criança de revelaçoes de sonhos q deus lhe deu esse dom mudou o rumo de sua historia q ja vinha sofrendo a uns 17 anos saiu da cadeia pra virar o segundo homem mais poreroso da terra….nas escrituras q deus nos deixou para examinarmos e seguirmos tem passagens muito mais fortes q essa q nos dias de hoje talves eu e muitos de meus irmaos ne fe diriamos porque deus esta fazendo isso?irmaos leiam jo leiam a biblia sejam cristaos e acreditem no senhor e o demais ele tudo fara as promessas, professias,e o que ele nos deixoa para seguirmos se cumprira de gloria a deus na dificuldade e na alegria deem testemunhos fiquem em paz q deus lhes guardem …..amem…

  5. Airton disse:

    Pastor Märio:

    Penso que se deve fazer o melhor pelos filhos (naturais ou da fé). Usar todos os recursos (inclui disciplina) e ajudar sadia e moderadamente. Não se pode esquecer, no entanto, de que cabe a eles a escolha de seguir ou não a Deus. Depois, é descansar no Pai.

  6. disse:

    Querido Pastor:
    Desculpe-me usar este espaço para, primeiramente em “tempo”, Abençoar em Cristo Jesus este tão edificante ministério para o novo ano de 2013, bem como lhe agradecer pelo ano que passou onde o irmão foi tremendamente usado pelo Senhor a acrescentar o nosso pão diário indispensável à nossa sobrevivência espiritual. (Mt 4:4).
    Desde uns anos para cá, como observador que sou, tenho notado, com certo desaponto, uma espécie de NEPOTISMO espiritual em boa parte das denominações, inclusive onde sirvo ao SENHOR ha 25 anos. Infelismente em alguns lugares as qualificações para o ministério tem sido o ser “filho de quem?” e não o chamado individual e pessoal embasados em uma conduta ilibada e santa, dever de TODOS nós! O tema abordado pelo irmão com linguagem jornalística (simples, clara e objetiva), me leva a refletir de modo mais profundo em algo que ouvi de um amado servo do Senhor: “Filho de peixe é peixinho, mas filho de crente não é crentinho”.rs
    Lamento que a Santa obra e ministério do SENHOR estejam virando objetos de herança em alguns lugares. Ainda que isso não é uma verdade a ser generalizada. Sou igualmente testemunha de honrados filhos de pastores que tem trazido muitas alegrias aos pais e ao PAI por seus tremendos ministérios. Imagino que a alegria destes pais deva ser a descrita no Salmo 128 a respeito dos filhos. Deixo aqui a pergunta: Qual era mesmo o ministério dos pais do profeta Elias, Eliseu, Jeremias, Daniel e tantos outros “anônimos” da Bíblia? Eu também possuo filhos, herdeiros, ovelhas e discípulos e faço minha a tua oração nesta manhã perante o Pai. Um fraterno abraço.
    Que Deus abençoe!
    Nelson Rocha

  7. Jonas H. Pires Jr. disse:

    Verdadeiramente a responsabilidade dos pais é muito grande quando se fala do futuro dos filhos.
    ” Jó 4:11 Perece o leão velho, porque não tem presa; e os filhos da leoa andam dispersos. ”
    Vamos pedir a Deus que nos ajude a renovar a nossa visão espiritual e assim zelarmos por aquilo que nos foi delegado.

  8. leonia disse:

    Palavras lindas e conselhos sábios..Estou tentando tirar as minhas conclusões com relaçao a um dos meus filhos..Com fé em Deus irei conseguir o meu objetivo,,,
    Deus abençoe…

  9. Ana Maria disse:

    Tenho lido suas mensagem e aprendido muito, as oraçoes finais, as interrogações que deixa para que a gente possa meditar a nossa vida, e que se estamos fazendo para estar vivendo com DEus!

    Agradeço! Que Deus os abençoe!

  10. olá ?
    boa tarde !
    venho dizer sobre estas palavras que tenho recebido eu
    amo muitos e tem me ajudado a meditar mas na pallvra de Deus .
    o que tenho reparado é que o TEMOR de Deus a cada dia tem se acabado as pessoas não tem respeito a Deus
    parece que Deus é um objeto para se usar só quando se precisa ,eu fico indignada por isto .

  11. Meire Rodrigues disse:

    Muito oportuna a mensagem! Justamente quando estou vivendo algo que tem tudo a ver com ela. Tenho dito ao Senhor que não criei filhos pro mundo e sim pra glorificar ao nome Dele e não aceito que eles não cumpram o chamado de Deus pra vida deles. Meu filho Calebe, de 16 anos, um menino cheio do Espírito Santo e temente ao Senhor, de repente esfriou na fé e parou de ir a igreja. Fui orando, conversando e tentando de todas as formas que ele voltasse até que resolvi fazer um propósito de não comer nada de origem animal durante um tempo. É um propósito difícil pra mim, inclusive no último domingo, em uma festa de aniversário, com fome e sem ter nada que eu pudesse comer naquele momento eu disse ao Senhor: meu filho na sua presença é mais importante pra mim. Amanhã entrego meu propósito e a resposta? Exatamente no meio do tempo meu filho voltou pro Senhor! Aleluia! Não podemos desistir dos sonhos do Senhor pras nossas famílias.

  12. Débora Lopes disse:

    Confesso que não entendo situações como a do Sacerdote Eli!!!
    Pais que são dedicados, fiéis, servos e bons cristãos que acabam com filhos rebeldes e distantes da presença de Deus!!!
    Por que acontece isso e o que eles devem fazer ?!?
    Sinto grande dificuldade quando tenho que aconselhar alguma mãe nessa área com uma situação assim !!!
    ABç,
    Débora
    Curitiba

  13. Joel Figueiró disse:

    Gostei da mensagem, principalmente do desafio de orar pelos filhos, mas tenho algumas inquietações a esse respeito.
    A Salvação de uma pessoa depende dela aceitar Jesus, ou da oração dos seus pais?
    Meus pais nunca oraram pela minha salvação, pelo contrario, eram até meio pervertidos, como que eu fui salvo?
    Se eu educar meus filhos, como os eduquei, talvez até como Eli, e eles não forem salvos, isso será porque não eduquei direito ou porque foi a escolha dos meus filhos?
    Não seria colocar sobre os pais um peso, no qual, coitados, não dão conta nem de sí mesmos de sua vidas, ainda vão ter que responder pela salvação dos filhos?
    Se eu chegar na presença de Deus e pedir pela vida dos meus filhos, se Deus é soberano sobre todas as coisas, eu não deveria sair aliviado, de que tenho feito o que posso pelos meus filhos, o restante é responsabilidade deles?
    não seria carregar algo pesado e totalmente fora do meu controle?
    essas e outras mais me inquietam…
    Obrigado pelo desafio

  14. Eliene Souza Reis disse:

    Bom dia, Pr. Mario, realmente é triste para um pai, uma mãe, ver seus filhos ou mesmo discípulos, pessoas a quem dedicou um tempo para ensinar a Palavra, desviados do Caminho do Senhor. Perde um tesouro de fato.
    Que Deus nos abençoe no ganho dos nossos filhos para o Reino do Senhor Jesus.
    Grande abraço

  15. daisy duarte disse:

    Graça e paz. As ministrações enviadas diariamente tem em muito edificado a minha vida e a de milhares de pessoas. Só a eternidade irá revelar os excelentes desse trabalho. Desejo que Deus possa dar-lhe graça e unção a cada dia p/ trazer essas meditações tão edificantes para as nossas vidas. Deus o abençoe!

  16. Gerson Rodrigues disse:

    Diante do exposto, prezaria-nos suas considerações ao que temos nas Escrituras Sagradas, conforme segue:

    “Disseram-lhe, pois, seus ir-mãos: Sai daqui, e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que fazes.” João 7:3

    “E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te.
    Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos?” Mateus 12:47-48

    E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna. Mateus 19:29

    Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo.

    Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

    E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; 2 Coríntios 5:16-18

  17. Adalberto disse:

    Olha, sinceramente, tive o desprazer de frenquentar “seitas”, onde o discurso é orientado por absurdos! Dentre, reside a falácia do “entendimento” de que Deus orienta que devamos largar pai, mãe, família… e seguir o caminho da salvação, atendo para que a salvação ser individual (???). Triste!
    Sempre questionei: de que fale eu a mim salvar e deixar aqueles a quem tanto amo, convivo…?

    Bem, só a misericórdia de Deus…

  18. Cristiane disse:

    Certa vez falaram-me que uma estatística constatara que 70% daqueles que estão presos são filhos desviados de pais evangélicos. Certamente Eli foi um bom exemplo para seus filhos, assim como procuramos ser como Cristãos, porém, ele viveu antes da promessa. Apenas quem vive na esperança e na certeza da restauração de seus filhos pode saber o quanto dói o coração dos pais que passam por essa situação. Não podemos desistir, existe uma promessa: Crê no Senhor Jesus e serás salvo tu e tua casa. (Atos 16:31)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *