Vinicios Torres

Foco nas Ações que Transformam

“Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus.” (Efésios 5:15)

Já fiz duas considerações inspiradas na citação de Charles Spurgeon abaixo:

“Por que alguns cristãos, apesar de ouvirem mil bons sermões, não têm avanço na vida espiritual? Porque eles negligenciam sua obrigação, seu quarto fechado, a solidão com Deus… eles não meditam no que ouviram. Eles “amam” o trigo, mas não moê-lo. Eles teriam o milho, mas eles não irão ao campo colhê-lo. O fruto está pendurado, mas eles não vão estender a mão. A água está fluindo em seus pés, mas eles não vão se inclinar para beber… Irão reclamar porque outros não fazem isso para eles… De tal loucura livrai-nos, ó Deus!”

– Charles Spurgeon

Hoje, gostaria de perguntar a você: quantas vezes já realizou tarefas ou se envolveu em programas sem ter um propósito claro e definido, um alvo a atingir? Quanto tempo já gastou fazendo coisas que depois você olhou para trás e se perguntou do que adiantou? Para que serviu?

O apóstolo Paulo diz nessa passagem que devemos “ver prudentemente como andamos”, ou seja, devemos ter sob controle o tempo gasto nas atividades de nossa vida, pois, como ele diz, “os tempos são maus”. Paulo estava falando da época em que vivia e ele tinha consciência de que deveria aproveitar todas as oportunidades e realizar o máximo possível, pois sabia que a qualquer momento poderia ser preso, ou morto, e ele não queria terminar a vida com a sensação de não ter realizado o que Deus lhe tinha proposto.

Pelas tom das suas cartas, Paulo transparecia a preocupação de realizar as atividades certas para atingir os melhores resultados. Ele tinha um foco claro, fazia o que sabia que o dirigiria para esse foco, delegava as tarefas para os companheiros de ministério e os orientava para que eles também alcançassem os objetivos propostos (vide especificamente as cartas a Timóteo e Tito, por exemplo).

, você seria capaz de parar e listar em um papel tudo o que fez na semana passada e avaliar o quanto cada uma das atividades que realizou contribuiu para levar você a algum dos alvos propostos para sua vida? Tem coragem de enfrentar a realidade de que boa parte do que faz não ajuda a ir a lugar nenhum?

Você pode sonhar, orar, chorar, pedir, gritar, estudar, ler, assistir televisão (ou vídeo na internet), ver a timeline infinita do Facebook e mais outras coisas, mas nada mudará na sua vida se você não decidir AGIR.

São as ações que você decidir realizar que levarão você na direção que deseja.

Cada ação criará um resultado que poderá agregar ou não ao seu objetivo. Decida pelas ações que ajudarão você a ir em frente e evite aquelas que não adicionam nada ou apenas fazem você “passar o tempo”. O mundo, e o sistema diabólico por trás dele, convencem as pessoas de que elas devem se sentar em frente a uma televisão (ou um computador/celular) e relaxar. O que ele está fazendo é amarrar milhões de vidas a uma existência medíocre, abaixo da real capacidade de realização do ser humano, por falta de ação focada em um objetivo de vida claro.

Você deve, sim, gastar tempo em oração e receber de Deus a inspiração para seu objetivo de vida. Uma vez recebida essa inspiração é sua responsabilidade escolher as ações corretas para torná-la realidade.

“Senhor, ajuda-nos a te ouvir tão claramente que não tenhamos dúvidas em escolher corretamente como usar o nosso tempo nas ações que transformarão nossas vidas e o mundo ao nosso redor.”

3 thoughts on “Foco nas Ações que Transformam

  1. Maria vieira da silva disse:

    Bendito o que vem em nome do senhor foi muito bom ler vossa mensagem como muita outra obrigado por tudo orem por mim preciso muito da misericórdia de Deus

  2. Bispo sebastiao disse:

    amei essa mensagem, parece que foi uma resposta de Deus pra mim, era o que eu estava precisando saber.
    obrigado!

  3. disse:

    Obrigado por sua valiosa mensagem de alerta aos cristãos descuidados das coisas que o Senhor nos pede que cumpramos para nosso bem spiritual e até físico e material.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *