Mário Fernandez

Dono – A Noiva de Cristo

“Pois Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas. A Ele seja a glória para sempre! Amém” (Romanos 11:36)

Devemos reconhecer que os idiomas, as línguas, são ‘entidades’ subjetivas e dinâmicas – de certa forma são vivas. Neologismos são praticamente constantes, termos caem em desuso (ou denunciam que estamos ficando velhos), gírias se acomodam às novas realidades. Não tem como ser diferente, sempre foi assim, e para ser sincero acho que esse dinamismo é necessário. 200 anos atrás não havia celular, internet, televisão, automóvel, avião, foguete.

Mas uma sequela ou efeito colateral desinteressante que acontece nessa caminhada, é que alguns termos importantes perdem sua força. Talvez o significado se mantenha, mas o peso se perde. Palavras que hoje tem a capacidade necessária para expressar uma ideia com todo seu vigor, décadas ou séculos depois, torna-se banal. Exemplifico com termos como ‘amor’, ‘serviço’, ‘família’, ‘homem’, e, não se escandalizem, ‘Deus’. Hoje quero meditar numa destas palavras de peso perdido que é ‘SENHOR’.

A palavra senhor significa ‘dono; possuidor; proprietário; patrão’ e escolhi este versículo em particular porque ele mostra uma abrangência ímpar no merecimento de Jesus em relação a simplesmente todas as coisas. Se todas as coisas são Dele – Ele é o dono (Senhor). Se todas as coisas são por Ele – Ele é o proprietário (Senhor). Se todas as coisas são para Ele – Ele é o possuidor (Senhor). Note que na cultura hebraica sempre que se diz algo 3 vezes se faz um uso superlativo. Por exemplo ao dizer ‘santo, santo, santo’ isso significa ‘santíssimo’. Se dizemos ‘senhor, senhor, senhor’ estamos dizendo Senhor dos senhores. Só resta mesmo dizer “A ELE A GLÓRIA”.

Se na nossa geração, em nossos dias, pudermos compreender a profundidade e o peso de uma colocação como essa, nossa vida e relacionamento com Jesus só podem melhorar. Ele é mais do que o dono, Ele é o dono dos donos – Senhor dos senhores, portanto. ELE É O CARA, sempre foi, continua sendo e sempre será. Isso tem implicações na prática e no cotidiano de todos nós. Não posso detonar meu corpo porque é Dele, não posso maltratar esse planeta porque é Dele, não posso atrapalhar a igreja porque é Dele. Devo servi-lo porque sou Dele. Minha vontade não importa porque minha vida é Dele. A noiva pertence ao Noivo, a noiva pertence ao Cordeiro e as bodas se aproximam.

Te convido a reconhecer o senhorio Daquele que é o único digno e merecedor de todas as coisas. Não apenas com palavras e com canções, mas com atitudes, renúncia, declaração práticas de amor, serviço, dedicação, ofertas de santidade. A Ele a glória e a honra por todo sempre.

“Senhor, não me permita esquecer ou tirar do foco que tudo Te pertence, portanto eu Te devo tudo. Me ajuda a aprender a demonstrar meu reconhecimento.“

One thought on “Dono – A Noiva de Cristo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *