Mário Fernandez

Ser Igreja

“Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento.” (Lucas 15:7)

Um rei tinha uma filha. Quando esta cresceu, um rapaz candidatou-se a casar com ela, por conta de ser um bravo cavaleiro, de família nobre e inteligente – digno portanto do trono. O rei, cauteloso, decidiu testar o jovem, não com uma batalha, mas com um desafio diferente.

Chamou-o e mandou que se preparasse para uma viagem longa e perigosa até um reino vizinho. Preparado, o jovem apresentou-se ao rei, que lhe deu um bilhete, um cavalo e um pacote de diamantes. Disse-lhe apenas “leva este bilhete ao rei, ele te dirá o que fazer. TOMA CONTA DO MAIS IMPORTANTE!!!”. Ao sair dali o jovem dedicou-se aquela missão com todo seu vigor. Costurou o bilhete em seu casado, pôs os diamantes na sola de suas botas e encilhou o cavalo.

Viajou sem dormir até que chegou ao destino, entregou o bilhete ao rei e aguardou suas novas ordens. O rei abriu o bilhete, leu seu conteúdo, rabiscou alguma coisa sobre ele, fechou-o e disse “apressa-te em retornar”. O jovem quis mostrar-lhe os diamantes mas o rei nem quis vez. E assim se fez. De tanto cavalgar o cavalo estava completamente exausto e estropiado, mas venceu a jornada. Chegou de volta ao futuro sogro e apresentou-se dizendo “entreguei o bilhete, não perdi nenhum diamante, mas o cavalo era meio fraco e quase morreu. cuidei do mais importante, como me ordenaste, ó rei.”.

O rei entristecido abriu o bilhete e leu ao jovem onde dizia “Querido irmão, saúde! este moço anseia casar-se com tua sobrinha e estou a testá-lo. Dei a ele meu melhor cavalo e algumas pedras sem valor. Se ele te pedir cuidados para os cavalos, está bem assim. Se ele só tiver olhos para as pedras, é um ganancioso materialista, então manda-o de volta.”

O mais importante era o cavalo. A VIDA sempre é mais importante. O que é o mais importante para você? A vida ou as pedras?

SER IGREJA É CONHECER ESTE CONTO DE COR, NÃO NA MENTE MAS NO CORAÇÃO E NAS ATITUDES.

“Senhor, tem misericórdia de mim que tantas vezes me iludo com o brilho das pedras deste mundo e deixo passar despercebido o verdadeiro tesouro ao meu redor: Teus filhos.”

Mário Fernandez

11 thoughts on “Ser Igreja

  1. prisca britto disse:

    Sou sempre muito abençoada qdo recebo de alguém as mensagens de Mario Fernandes.
    Gostaria de receber as mensagens do irmão.
    Obrigada

  2. Cecilia Luli disse:

    São através de estórias simples como essa que se encontram mensagens ricas e sábias, capaz de atingir o íntimo, muitas vezes impenetrável, do nosso ser.

  3. Rodrigo Abreu disse:

    Amado Pastor, graça e paz de Cristo.
    Reconheço a virtude de Deus fluindo através de sua vida e, por causa do “Misterioso Amor” do nosso Pai, encontrando-me! Agradeço ao Pai pela sua vida! Sou grato ao Pai por levantar pessoas com este nível de sensibilidade e se importarem tanto… com a minha vida!
    Um forte abraço.

  4. Dyego disse:

    Pr Mario, acompanho seu blog a alguns anos, sempre com ótimas mensagens… mas essa é muito especial, realmente temos que gravar nos nossos corações que as vidas são mais importantes do que o brilho das pedra… Parabéns.. Deus te abençoe..

  5. Karise Piuco disse:

    Sem palavras para expressar quão preciosas foram tuas palavras nesse devocional que me ensinou a ser Igreja! Paz de Cristo.

  6. Ricardo Wagner disse:

    Certa vez ouvi uma parabola que dizia; “Recebi um cavalo e uma mensagem, porem, matei o cavalo agora não tenho como levar a mensagem.” Isso acontece porque esquecemos de uma dito de um filosofo chamado George M…. não me lembro bem, que disse; “Um povo sem memoria, é um povo condenado a cometer sempre os mesmos erros.” Hoje temos milhares de exemplos na Igreja, muitos Prs.
    Tratam povo de qualquer maneira e matam a fé. O resto nem precisa falar né?
    Abraços.

  7. luiz roberto fernandes disse:

    Paz do senhor a todos.
    Somos testados todos os dias a vida e de tão pouca importância que a beleza nos cega……

  8. Valdir Damada disse:

    Shalom!
    Infelizmente há uma inversão de valores, pessoas cristãs estão se iludindo com o brilho dos falsos tesouros que o mundo (diabo) lhes mostra,e, cedendo a sua própria concupiscencia latente no seu coração enganoso, com isso acabam perdendo o brilho de Cristo (Caminho, Verdade e a Vida) e as consequencias são terríveis e o caminho de volta nem sempre é fácil.
    Deus abençoe!

  9. Eliene Souza Reis disse:

    Bom dia, Pastor Mario! Excelente mensagem, nos despertando para a valorizarmos mais a vida das pessoas. Pessoas são mais importantes ao coração de Deus. Jesus nos deu exemplo disso, falando dos lírios e das aves do céu. Que possamos estar apercebidos da necessidade de cuidar de vidas, colocando-as no Caminho certo. Deus o abençoe sempre. Grande abraço

  10. Tiago Thorlby disse:

    Caro Mário:
    O importante é a vida … vida feita à Imagem e Semelhança do Criador … no Amor e na Liberdade. E esta é a Glória do Criador: o ser humano no pleno gozo de seus direitos … direitos estes que não dependem da cor da pele, da família, do poder econômico e sim pelo fato que Deus derramou sangue por amor de nós. “Ele me amou e se entregou por amor de mim.” E foi Ele que nos amou por primeiro e, por isso, nós devemos amar uns aos outros … que frase joanina dialética, revolucionária, ressurrecional!
    E a “Igreja”?
    “Igreja” monumento-catedral-prédio-frequentadores …?
    Ou “Igreja-qahal” – assembleia escolhida-seguidores de o Caminho-discípulos?
    É Reino do Céu ou é o Reino-está-no-meio-de-vocês?
    É ser julgado pela crença “Senhor, Senhor …!”?
    Ou pela prática “todas as vezes que fizeste isto a um dos meus irmãos …!”?
    Muitas perguntas …!
    E as respostas? Quem sabe?!
    Sabemos – e conhecemos! – porem, que o nivel de fé na saudação ao “Pai Nosso” tem tudo a ver com nosso compromisso na partilha e solidariedade com o “Pão Nosso”
    Se hoje ouvirdes a Sua Voz, não endureçais os vossos corações.
    Vamos seguir em O Caminho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *